Azul Limão - Discografia


Formado no início dos anos oitenta no Rio de Janeiro pelo guitarrista Marcos Dantas e o baixista Vinícius Mathias, completaram o time o vocalista Rodrigo Esteves e o baterista Ricardo Martins. Individualmente, a qualidade dos músicos é uma coisa que vale ressaltar. Após algumas demos feitas “na raça”, algumas músicas sendo executadas na rádio fluminense FM, shows e popularidades em ascensão, conseguem lançar o debut álbum por uma gravadora pequena, em 1986.
 
“Vingança” demonstra ótimo nível de qualidade técnica, boas composições e um “feeling” notável, fazendo com que o Azul Limão começasse a se consolidar como um dos maiores nomes brasileiros do heavy metal “oitentista”,tanto entre as bandas que cantavam em português como as que cantavam em inglês.O álbum, apesar das condições de gravação “precárias”, tem ótima qualidade, com todos os instrumentos e vocais bem nítidos, e trouxe faixas como “Satã Clama Metal” (que foi o primeiro hit da banda), "Você Não Faz Nada", “Não Vou Mais Falar” e “O Grito”, esta última, além da belíssima letra, uma das grandes composições em se tratando de metal brasileiro,e ainda com um instrumental muito inspirado que completa a letra.
 
No ano seguinte é lançado o EP “Ordem & Progresso”, com seis faixas, sendo algumas que não haviam entrado no lançamento anterior e um cover para “Princesa do Prazer” (Dorsal Atlântica), destaque para a empolgante, e dotada de um refrão bastante grudento, “Solidão”. Outra pérola do metal nacional, e ainda com qualidade de gravação superior ao seu antecessor, mas que foi o último lançamento da banda.
 
Recentemente estes registros foram relançados em vinil, por uma gravadora brasileira, “Dies Irae”, e o EP “Ordem & Progresso” veio com alguns bônus extraídos de uma demo de 1984.
 
Além dos dois álbums, a banda também consta em sua discografia os discos lançados em 2001: “Pegasus, The Tapes I”, com demos de 83 a 89, e “Amazona, The Tapes II”, com músicas raras e outtakes.
 
Entre 1986 e 1987 a banda lança dois álbuns. A partir daqui a banda esteve sempre a mudar de integrantes, até que já não existia nenhum membro fundador. A banda acabou no final dos anos 80.
 
Texto: Whiplash

Integrantes:
 
Atuais
 
Marcos Dantas (Guitarra)
Ricardo Martins (Bateria)
Vinícius Mathias (Baixo)
Rodrigo Esteves (Vocais)

 
Ex-Integrantes
 
Tavinho Godoy (Vocais)
André Chamon (Bateria)
Augusto (Baixo)
Beto (Bateria)
Alexandre Reis (Bateria)


 
Discografia
 
Senha dos arquivos: brrock

 

Vingança (1986)
01. Abertura
02. Portas da Imaginação
03. Satã Clama Metal
04. Sangue Frio
05. Fora da Lei
06. Não Vou Mais Falar
07. O Grito
08. Você Não Faz Nada
09. Vingança



Ordem & Progresso (1987)
01. Tema da Primavera
02. Rotina
03. Ordem & Progresso
04. Solidão
05. Brilho
06. Princesa do Prazer



Pegasus, The Tapes I (2001)
01. Pegasus
02. Azul Limão
03. Johnny Voltou (“83)
04. Grito de Amor
05. Não Vou Mais Falar
06. Artistas Em Cena 0
07. Johnny Voltou (“84)
08. Brilho
09. Amazônia
10. Nada A Perder



Amazona, The Tapes II (2001)
01. Entrada no Harém
02. Satã Clama Metal ("84)
03. Sonhar Nunca é Demais
04. Comando Visão
05. Salve-se Quem Puder
06. Meta Z
07. Regras do Jogo
08. Não Vou Mais Falar
09. Satã Clama Metal ("86)




Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.