Inox (1986)


Inox foi uma banda de heavy metal brasileira surgida em 1985.

História

Surgida em 1985 durante o "boom" do rock brasileiro dos anos 80, era formada por Rolando Castello Junior (bateria, ex- Patrulha do Espaço), Fernando "The Crow" Costa (guitarra e teclados), Paulo Toledo (vocal, ex- VJ do programa Som Pop da TV Cultura, também conhecido como Paulinho Heavy) e Ségis Capuano (baixo).

Origens

Paulo Toledo era assessor de imprensa na gravadora Odeon, em São Paulo. Nas horas vagas da noite, cantava em grupos de rock como o Hot Stuff que fazia covers de Deep Purple e Led Zeppelin. Ségis - com formação clássica em violoncelo e baixo acústico - e Fernando formavam o grupo de rock progressivo Quantum, que gravou um LP independente com o baterista Rolando Castello Júnior - ou simplesmente Júnior -, da Patrulha do Espaço. Júnior já estava na estrada há muito tempo, tendo passado por algumas das melhores e mais marcantes bandas de rock paulistas, entre elas o Made In Brazil. Paulo era o amigo comum de todos. Em 1985, formaram a banda Inox. Segundo Paulo, o nome foi escolhido porque "Inox é aço do melhor que existe, além, de um titulo curto, grosso e internacional metálico".

LP, recepção da crítica, sucesso

Em 1986, assinaram contrato com a gravadora Epic e lançaram o LP com o mesmo nome da banda, Inox, que foi produzido por Luis Carlos Maluly, que também produziu o LP Revoluções por Minuto, do RPM. O LP possui oito canções, sendo sete composíções próprias e uma versão em português da música Nuclear Attack, de Gary Moore. O álbum foi bem recebido pela crítica e o crítico Leopoldo Rey chegou a dizer em sua análise na revista Bizz, n° 14, de setembro de 1986 que "Se as letras fossem em inglês: o grupo passaria perfeitamente como estrangeiro. Eles conseguiram conciliar letras em português com o rock, tornando as interpretações audíveis" e acrescentou que "É um som pesado de cidade grande, falando de asfalto, motores, gatas, cabelões e gente insatisfeita com as coisas atuais". Dentre as canções destacavam-se, além de Nuclear Attack, Fricção e, principalmente, Ranger, seu maior sucesso, que os fãs transformaram em um verdadeiro hino.

Shows

A banda tinha um investimento pesado em termos de equipamentos de som e luz e de estrutura e nos shows, o grupo apresentava um alto nível de qualidade técnica e musical inédito até então.

O fim

Apesar das boas vendas do disco, dos shows lotados e da recepção favorável dos críticos, a Epic optou por não lançar um novo álbum embora a banda já tivesse iniciado os trabalhos de gravação. Até hoje não se sabe o motivo pelo qual a gravadora não quis continuar com o grupo. Na opinião do baterista Júnior, "no Brasil nunca existiu muito espaço para as bandas boas e de rock pesado nos anos 70 e 80, somente nos anos 90 com bandas como Raimundos é que o gênero conseguiu se estabelecer no maistream e esse ficou sendo o padrão estabelecido para o gênero".

Legado

Para Júnior, "o Inox foi uma ótima banda em seu momento e para mim é um dos pontos altos de minha carreira" e entrou para história como um dos pioneiros do heavy metal brasileiro.

Brasil Heavy Metal

Em 2011, Paulo foi convidado a participar dos vocais ao lado de outros artistas da música- tema do documentário Brasil Heavy Metal com lançamento nesse mesmo ano.


Discografia
 
Senha dos arquivos: brrock
 
 

Inox (1986)
01. Ranger
02. Mensageiro do Prazer
03. Fricção
04. Bios Afins
05. Regulando Mixaria
06. Nuclar Attack
07. Balaio de Gatas
08. Doce Poder



Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.