Perfume Azul do Sol - Nascimento (1974)


Grupo paulista formado por Ana (voz e piano), Benvindo (voz e violão), Jean(voz e guitarra) e Gil (bateria e vocal). Com visual hippie e psicodelia derivada de ritmos e instrumental regionais, gravaram um único álbum - Nascimento -, pelo selo Chantecler, em 1974. O baixista Pedrão, depois integrou o Som Nosso de Cada Dia, ao lado do ex-Íncríveis, Manito.
  
Perfume Azul do Sol é uma das muitas bandas de rock psicodélico setentonas que pouquíssima gente conhece. Nascimento, de 1974, é ao mesmo tempo sua obra prima e único disco. As dez faixas, algumas na voz e piano de Ana, violão do Benvindo, Jean na guitarra e Gil na bateria, tinham como temática a psicodelia, mas não abriam mão de uma mistura com instrumentos e estilos de música regional, como pode ser ouvido na faixa Abraço do Baião e também em Equilíbrio Total, tendo essa última todas as características do que foi chamado de "rock rural" na época em questão.

Um dos lugares comuns em algumas faixas do disco é o conhecido pedal Fuzzbox, que para bom ouvinte, nunca falta nas bandas da década, sejam estrangeiras ou nacionais, e também harpejos e pequenos solos de guitarra.

As letras das músicas são simples, mas ao mesmo tempo profundas por conta da subjetividade dos símbolos, dando assim um ar de misticismo, tanto as letras como no som. A faixa que melhor expressa tal ideia é Canto Fundo, com seu baixo forte e longa introdução, nos conta uma estória marítima que podia muito bem ser contada por um pirata, tema também recorrente em outras bandas da época, a exemplo "O Pirata" da Ave Sangria e o álbum Pirata de 1979 da banda A Barca do Sol.

Fechando o disco tem a faixa A Ceia, que é possivelmente a descrição falada de um quadro famoso. A música tem duas atmosferas, a primeira bucólica, remete a tempos antigos com a ajuda da flauta e pouca percussão. Na segunda roncam guitarras em solos curtos, o baixo troveja e a bateria vai trotando até o fim da faixa.

Apesar dos pontos comuns, todas as bandas acrescentaram um pouco na história da psicodelia brasileira, e de maneira alguma a repetição de temas ou mesmo no que diz respeito a técnica e jeito de tocar, diminuem a qualidade do que foi criado. As semelhanças no mínimo contribuíram para marcar uma época fértil e lúdica musicalmente falando.

Bandas sententonas com Pontos comuns: Impacto Cinco, Pão com Manteiga, Os Lobos, Os Brazões, Som Imaginário, Rubinho e Mauro Asumpção, Liverpool, Módulo 1000, Som Nosso de Cada Dia e muitas outras se você queria ter vivido naquela época e seguir os pedaços de pão que elas deixaram pelo caminho. (Texto: Musiqualização).


Discografia

 
Nascimento (1974)
01. 20000 Raios de Sol
02. Sopro
03. Calça Velha
04. Deusa Sombria
05. O Abraço Do Baião
06. Equilíbrio Total
07. Nascimento
08. Pé De Ingazeira
09. Canto Fundo
10. A Ceia




Um comentário:

  1. (h) Jogando conversa fora com um amigo, ele falou sobre essa banda. Gostei do som. Obrigado pela postagem.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.