Diesel (2000)


O Diesel foi uma banda de rock mineira que se influenciou visivelmente no movimento grunge. Um fato ousado que comprova isso foi a frase dita pelo vocalista Gustavo Drummond em um dos primeiros shows: “Nós somos a banda cover do Alice in Chains”. A banda se formou em Belo Horizonte – MG em 1997 e aos poucos foi conquistando espaço no cenário musical não apenas de Minas, mas também de outras cidades do Brasil. Após vencer a Escalada do Rock os quatro músicos, Gustavo Drummond, Leonardo Marques, Thiago Correa e Jean Dolabella, conquistaram o direito de tocar no Rock’n Rio 3 em 2001 na mesma noite em que o Silverchair, o Deftones e o Red Hot Chili Peppers. Show esse que na minha opinião foi muito bom, mas poderia ter tido uma duração um pouco maior já que foi interrompido antes de terminar devido a um problema.
 
A atitude da banda e a presença em cima do palco mostrou que o Diesel havia chegado com tudo e parecia que iria ficar. Foi nesse mesmo ano também que a banda gravou o clipe com a música “4D” e concorreu no VMB na categoria de melhor demo clipe. Eu pessoalmente torci muito por ela porque achei a música muito boa. Lembro de ficar com o refrão dela incrustado na mente por dias. Mas infelizmente o Diesel não foi o vencedor dessa categoria.
 
Com uma boa repercussão e uma crescente visibilidade na mídia, os quatro rapazes decidiram então arriscar alçar voos mais longínquos e tentar uma carreira internacional assim como o Sepultura fez. Se mudaram então para Los Angeles na Califórnia. E em 2005 lançaram o álbum “Liberty Square”. O nome é uma referencia a saudosa Praça da Liberdade, local muito conhecido por nós mineiros de Belzonte.
 
Após cinco anos tentando se impor em uma concorrida indústria fonográfica e muito distantes de casa os quatro rapazes voltaram para BH e além da mudança no nome Diesel para Udora, trouxeram também na bagagem uma experiência musical muito grande. Pena que a frustração dos anos lá fora foram tirando a garra dos integrantes que se renderam em compor músicas em Português (exigência essa feita por gravadoras nacionais em 2001 e recusada pela banda).
 
Por volta de 2007 o baterista Jean Dolabella deixou o Udora para integrar o Sepultura, substituindo Igor Cavalera. O baixista Thiago Correa também deixou a banda nesse mesmo ano. Foi lançado então Goodbye Alô. O trabalho mais recente dos caras é o álbum Belle Époque de 2011.


Texto: Blog do Silvaerrado // Créditos ao Diego Camargo dono dos blogs 90’s Rock, New Prog Rock Releases, Rock N Roll Archives.


Discografia
 
Senha dos arquivos: brrock



Diesel (2000)
01. Drain
02. Plastic Smile
03. Burn My Hand
04. Kill the Inner Loser
05. My Pain
06. The Sun Drenched in Mud
07. Far
08. Redhead Saint (3 Of A Kind)
09. 4D
10. The Sleeping Giant
11. Nonsensical
12. Pull Taqueopariu




Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.