Persona - Som (1975)


Psicodélico e experimental, Som é um disco raro, caro e cheio de mistério, lançado em 1975 pela Brinquedos Growem long-play mono de 10″.

Veio às prateleiras como um disco/jogo: Persona/Som. O kit era composto de um espelho especial que funde as imagens de duas pessoas colocadas em frente a ele, onde cada pessoa serve de máscara à outra, criando uma nova persona. O jogo foi criado durante a XII Bienal de Arte de São Paulo pelo artista plástico Roberto Campadello. A trilha sonora foi desenvolvida pelos futuros integrantes do Tutti-Frutti (também banda de apoio de Rita Lee). O nome das músicas são todos relacionados a fenômenos da vida e da natureza.
 
Texto: Soul Art
 

Ficha Técnica:
 
Luis Carlini: Guitarra, Efeitos, Gaita
Lee Marcucci: Violão
Roberto Campadello: Locução
Carmen Flores: Canto
Franklin Paolillo: Percussão
Participação Especial: Erico M. Muller, Silvana Perez, Osmar Flores e Zeca
Produção: Roberto Campadello e Luis Carlini
Direção Musical: Luis Carlini
Técnico de Som: Thomaz Mendonza Harrel
Gravado no Estúdio Mídia – São Paulo em dezembro de 1975


Discografia
 
Senha dos arquivos: brrock



Som (1975)
01. Introdução / Monte
02. Céu
03. Terra
04. Fogo
05. Água
06. Vento
07. Lago
08. Trovão




Um comentário:

  1. Claramente o título do trabalho é uma referência ao filme do Bergman de mesmo nome da sua fase experimental nos anos 60. Em "Persona", lançado no Brasil com o título absurdo de "Quando duas mulheres pecam" (sic), há uma cena em que as faces das duas protagonistas da história se fundem exatamente como na foto da capa deste disco, com um dos lados de cada rosto complementando o outro.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.