Sérgio Dias (1980)


Após a fase Mutantes, Sérgio tornou-se músico de estúdio participando de gravações antológicas como em "Terra" com Caetano Veloso, "Não Chore Mais" com Gilberto Gil, "Naquele Tempo" e "Rua Ramalhete" com Tavito, entre as muitas que gravou.
 
Em 1980, gravou seu primeiro álbum solo chamado "Sergio Dias". Nesse trabalho tentou pegar um público mais amplo gravando grandes variedades de gêneros como o funk "Não Quero Ver Você Dançar", o reggae "Ai Pirada", o samba "Corações de Carnaval", as pops "O Grão" e "Harigatô-Harakiri", a jazzistica "Brazillian New Wave", além das progressivas "Ventos Cardíacos", "Eunice", "Cromática" e "Tô Sérgio", esta uma pequena homenagem do violinista L. Shankar a Sérgio. O álbum contou com as presenças estrelares de Caetano Veloso, Gal Costa e Jane Duboc além de um estupendo elenco de músicos entre os quais Márcio Montarroyos, Luciano Alves, L. Shankar, Fernando Gama e parcerias como Caetano Veloso, Nelson Motta e Paulo Coelho. Apesar de tudo isso, o álbum não alcançou o sucesso que Sérgio esperava, e, devido a esse fato resolveu tentar a sorte na América indo morar em New York. Ele passou praticamente toda a década de oitenta vivendo seis meses lá e seis meses no Brasil, fazendo eventualmente shows e gravando discos, geralmente de trilhas sonoras. (Texto: Whiplash).
 

Discografia
 
Senha do arquivo: brrock

 
Sérgio Dias (1980)
01. Não Quero Ver Você Dançar
02. Aí, Pirada!
03. Ventos Cardíacos
04. Brazilian New Wave
05. O Grão
06. Arigatô-Harakiri
07. Eunice´s Ballad
08. Corações De Carnaval
09. Cromática
10. Tô Sergio


Tributos


Tributo à Sérgio Dias (2016)
Este trabalho é um tributo virtual sem fins lucrativos e de distribuição gratuita, autorizado por Sérgio Dias e produzido por João Pacheco entre os meses de julho a dezembro de 2015.

Produção das faixas feita pelas bandas participantes, exceto as faixas 02 produzida por Kiko Peres e João Pacheco, 06 produzida por Márcio Okayama e João Pacheco e 07 produzida por Marcos Mamuth e João Pacheco. Arte de capa feita por Paulo Lima PP graphix. Ouça no SoundCloud.



01. O Contrário de Nada é Nada (Tomada)
02. Ventos Cardíacos (Tomati)
03. Cidadão Da Terra (Kiko Peres)
04. Sabor Caballero (Marcelo Gagliotti)
05. Pitágoras (Wander Lourenço)
06. Brazilia (Márcio Okayama)
07. Anjos do Sul (Marcos Mamuth)
08. Brazilian New Wave (João Pacheco)



Senha dos arquivos: brrock



Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.